Câmara Hiperbárica para Atletas: quais são as indicações?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Uma imagem contendo duas pernas, um chão de barro e um sol ao fundo sobre câmara hiperbárica em atletas

Uma lesão esportiva pode ser devastadora para um atleta. Frequentemente, atletas pioram suas condições ou sofrem novas lesões tentando retornar à atividade completa antes que seus corpos se curem completamente. Essa interrupção do rendimento pode fazer com esses atletas profissionais percam sua posição no ranking nacional ou seu lugar na equipe. Como os têm tanto em jogo, muitos atletas de elite recorreram à oxigenoterapia na câmara hiperbárica para atletas e acelerar a recuperação.

O tratamento com a câmara hiperbárica para atletas utiliza a oxigenoterapia hiperbárica para produzir efeitos terapêuticos, incluindo a recuperação ativa, tratamento de lesões agudas e crônicas, redução da síndrome compartimental e aumento da performance geral, entre outros.

Esses efeitos são obtidos por meio de uma câmara, totalmente selada e com pressão atmosférica duas a três vezes maior do que a pressão ao nível do mar. O tratamento utiliza o oxigênio puro para aumentar consideravelmente a oxigenação sanguínea acelerar a recuperação das células e tecidos danificados.

Indicações e benefícios da câmara hiperbárica para atletas

Atletas amadores e de alto rendimento podem encontrar os mais diversos benefícios advindos da utilização da câmara hiperbárica e da oxigenoterapia, incluindo:

Recuperação ativa

Condicionamento, treinamento e competições estressam as estruturas corporais. Assim, todos os atletas devem incorporar a recuperação como parte da sua rotina de treinamento. Corredores de longa distância e alpinistas, por exemplo, utilizam a câmara hiperbárica para recuperar o corpo antes de iniciarem seus percursos e para descansar depois da atividade física.

Se estivermos falando sobre incrementar a recuperação (e o desempenho atlético), a recuperação não se resume a ficar sentado em uma câmara hiperbárica. A recuperação ativa, em especial a oxigenoterapia hiperbárica, é ideal para otimizar o desempenho da recuperação de lesões e contusões.

Cristiano Ronaldo, um dos melhores jogadores de futebol do mundo, usou a oxigenoterapia hiperbárica para se recuperar de uma lesão no joelho em uma fração do tempo que os outros atletas levaram para voltar ao gramado.

Tratamento de lesões

Lesões são parte da profissão para atletas da maioria das modalidades. Não importa se você está competindo em um esporte desgastante como o tênis, pressionando as articulações e forçando tendões ao correr, ou em um esporte menos exigente, como o boliche, qualquer atleta profissional ou amador sofrerá uma lesão em algum momento.

Tradicionalmente, atletas amadores tratam a maioria das lesões com base no tripé: descanso, descanso e mais descanso. Apesar disso, estudos mostram que o uso de uma câmara hiperbárica e da oxigenoterapia consegue resultados incríveis para atletas com lesões, cortes e contusões. Usando pressões atmosféricas de até 2,4 atmosferas, esse tipo de tratamento ajuda o tecido lesionado a absorver muitas vezes a quantidade de oxigênio normalmente disponível.

Um tratamento de oxigenoterapia hiperbárica de 60 a 90 minutos permite que o oxigênio penetre profundamente no sangue e no tecido cerebral, melhorando o processo de cura e aumentando a circulação onde é mais necessária.

Outro caso que pode ser comentado é o do Pablo Quintanilha, que já divulgamos aqui no blog.

A oxigenoterapia hiperbárica foi indicada para recuperar o atleta de uma fratura no tornozelo esquerdo ocorrida em uma competição. A reabilitação e regeneração óssea o ajudou a iniciar rapidamente as sessões de fisioterapia

Tratamento da síndrome compartimental

Corredores de longa distância de elite (ou de final de semana) podem sofrer de síndrome compartimental, uma doença rara, mas dolorosa e potencialmente perigosa que é o resultado da pressão interna causada pelo tecido inchado ou sangrando.

Médicos do esporte e especialistas dizem que o ambiente de alta oxigenação de uma câmara hiperbárica pode ser uma maneira eficaz de prevenir essa condição dolorosa.

Melhoria do desempenho

Qual atleta não está procurando uma vantagem? Muitos atletas incrementam a produção de glóbulos vermelhos e a capacidade de oxigenação sanguínea treinando muitos metros acima do nível do mar. Da mesma forma, jogadores de futebol e corredores também estão recorrendo a tratamentos com câmara hiperbárica para ver ganhos semelhantes no desempenho.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin