Câmara Hiperbárica para Cicatrizações: Quais são as indicações?

Antes de mais nada, a terapia utilizando a câmara hiperbárica para cicatrização de feridas, queimaduras e cortes é um tratamento excepcional, mesmo que muitos desconheçam seus benefícios.

Por essa razão, a cicatrização é um processo lento e também pode ser bastante complicado e doloroso, ainda mais em casos de ferimentos crônicos. Quer dizer, é preciso trocar os curativos e manter a área da ferida limpa e seca, o que nem sempre é possível ser feito sem ajuda.

Como resultado para agilizar a cicatrização de feridas e recuperar a autonomia, os pacientes seguindo orientação médica, geralmente, procuram diferentes tipos de tratamentos para ajudá-los a se recuperarem mais rapidamente.

Isto é, a câmara hiperbárica utiliza a oxigenoterapia para acelerar a cicatrização de ferimentos diminuindo o sofrimento do paciente. De fato, foi comprovado que o aumento nos níveis de oxigênio no sangue na área ao redor da ferida melhora o processo de cicatrização e acelera a cura dos tecidos.

Como a Câmara Hiperbárica para Cicatrizações funciona?

Então, a oxigenoterapia hiperbárica é um tratamento que utiliza uma câmara hiperbárica, uma estrutura totalmente selada em que o paciente experimenta uma pressão atmosférica de duas a três vezes maiores do que a pressão ao nível do mar. Isto é, lá dentro, é administrado oxigênio puro, o que aumenta a oxigenação sanguínea com o objetivo de acelerar a recuperação das células e tecidos do corpo inteiro. Incluindo das áreas com ferimentos.

Cicatrização de ferimentos crônicos

Quer dizer, a Câmara Hiperbárica para Cicatrizações é usada também como um tratamento adjuvante para feridas problemáticas que não cicatrizam facilmente.

Geralmente, conhecidas como ferimentos crônicos, e que atendem a critérios específicos. No decorrer dos tratamentos com oxigenoterapia hiperbárica, os pacientes são avaliados para verificar se a concentração de oxigênio aumentou no sangue próximo à ferida.

Isto é, se o nível de oxigênio for maior, a terapia provavelmente será benéfica para o paciente.

Câmara Hiperbárica para Cicatrizações

Claro que, durante os tratamentos, o paciente respira 100% de oxigênio dentro de uma câmara hiperbárica, aumentando rapidamente a concentração de oxigênio na corrente sanguínea, que, por sua vez, é entregue no local da ferida para uma cura mais rápida.

Essencialmente, a oxigenoterapia hiperbárica ajuda a curar a ferida de dentro para fora. Este tratamento pode ajudar a reduzir o inchaço, combater infecções e construir novos vasos sanguíneos, produzindo tecido saudável.

Em resumo, os tratamentos na Câmara Hiperbárica para Cicatrizações também são eficazes no combate a certos tipos de infecções, melhorando a circulação, com a finalidade de estimular o crescimento de novos vasos sanguíneos e tratando lesões de radiação dos tecidos moles, osteomielite refratária crônica, enxertos e retalhos de pele comprometidos e feridas diabéticas das extremidades inferiores.

Razões para a Câmara Hiperbárica para Cicatrizações

Portanto, a oxigenoterapia hiperbárica é usada para cicatrização de alguns tipos de feridas, incluindo:

Lesões leves causadas por radiação;

Infecções locais;

Queimaduras de todos os tipos;

Tratamento de cortes e aplicação de alguns tipos de enxertos de pele;

Lesões por esmagamento;

Úlceras diabéticas das extremidades inferiores;

Radionecrose de tecidos moles e osteorradionecrose;

Osteomielite refratária crônica;

Isquemia periférica traumática aguda;

Pé Diabético;

Feridas relacionadas a outras doenças e condições.

Considerando o acima exposto, apesar de serem extremamente raras, algumas pessoas experimentam efeitos colaterais ao se submeterem a tratamentos na câmara hiperbárica. Por isso, pergunte ao seu médico se a oxigenoterapia hiperbárica é adequada para a sua condição.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin