O que é e quais as causas da osteomielite?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Você sabe o que é osteomielite? Trata-se de um quadro infeccioso que atinge um ou mais ossos e é causada geralmente por bactérias, mas pode ser provocada também por vírus e fungos.

A osteomielite é localizada, mas pode evoluir para infecção de corrente sanguínea, podendo causar o comprometimento de outros ossos e/ou tecidos do corpo.

A osteomielite causa sintomas como:

  • Dor local;
  • Vermelhidão local;
  • Inchaço local;
  • Calor local;
  • Fadiga;
  • Febre;
  • Calafrios;
  • Sudorese;
  • Mal-estar geral.

Existem fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da doença como:

  • Fraturas graves com exposição óssea;
  • Ferimentos profundos, que podem levar a infecções nas áreas próximas ao tecido ósseo;
  • Cirurgias ortopédicas com maior potencial infeccioso;
  • Mordida grave de animais;
  • Doenças que afetam a circulação sanguínea como: diabetes, doença falciforme, doença arterial periférica entre outras;
  • Medicamentos, doenças ou condições que debilitam o sistema imunológico como: transplante de órgãos, quimioterapia, uso de imunossupressores etc;
  • Uso de drogas ilícitas;

Qual é o especialista que cuida da osteomielite?

Os profissionais que estão envolvidos diretamente no diagnóstico e tratamento da osteomielite são: Ortopedistas e Infectologistas e de maneira secundária médicos, enfermeiros envolvidos no tratamento de lesões e os profissionais hiperbaristas. O diagnóstico é feito por meio de avaliação clínica, além de exames de sangue, imagem como raio x, ressonância magnética e cintilografia e biópsia óssea, sendo possível diagnosticar a doença e identificar o micro-organismo agente da infecção, podendo assim, propor os melhores tratamentos.

Qual o tratamento para a osteomielite?

Existem algumas opções de tratamento para a osteomielite, a depender da condição de cada paciente. Além da indicação de antibióticos ou cirurgia para a retirada do tecido ósseo desvitalizado, uma excelente alternativa é a câmara hiperbárica.

A câmara hiperbárica é um equipamento em formato cilíndrico, permitindo ser hermeticamente fechada, composta por aço e\ou acrílico e resistente à pressão. Desta forma, promove-se a injeção de oxigênio puro para atingir pressões acima das condições atmosféricas normais (entre 2 a 3 atmosferas absolutas), o que possibilita o aumento da quantidade de oxigênio transportado pelo sangue.

Assim, as pessoas com osteomielite podem obter diversos efeitos terapêuticos e benéficos para o corpo.

Quais são os benefícios da oxigenoterapia hiperbárica?

Conforme citado no tópico anterior, a câmara hiperbárica, onde ocorre o tratamento chamado oxigenoterapia hiperbárica, proporciona uma série de benefícios para as pessoas que apresentam osteomielite.

Esse equipamento funciona da seguinte forma: o paciente fica deitado e respira oxigênio 100% puro normalmente, enquanto é submetido a uma pressão superior ao nível do mar habitualmente entre 2 e 3 ata, aumentando a disponibilidade do oxigênio dissolvido no plasma sanguíneo, alcançando de maneira mais efetiva as regiões do corpo menos oxigenadas e interferindo positivamente no suprimento do oxigênio de tecidos menos perfundidos como os ossos entre outros.

Dessa forma, inspirar oxigênio puro pressurizado aumenta sua biodisponibilidade nos tecidos, auxiliando no processo de cicatrização da pele, partes moles e também tecido ósseo. Por este motivo, a oxigenoterapia hiperbárica é uma excelente opção terapêutica para pacientes que apresentem quadro de osteomielite, sempre sendo conjugada com antibióticos e procedimentos cirúrgicos quando necessário.

Quer saber mais sobre como a câmara hiperbárica pode auxiliar pessoas com esta e outras doenças? Entre em contato conosco!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin