O que é e quais são as etapas de um Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

As etapas de um Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica consistem em um procedimento terapêutico. Onde o paciente inala oxigênio em sua forma pura (100%) com o objetivo de atingir os pontos do corpo em que existe hipóxia (falta de oxigênio).

Você já ouviu falar neste tipo de tratamento com oxigênio? No texto a seguir, mostramos em mais detalhes como ele funciona e quais são suas etapas. Confira:

Como funciona o Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica?

A principio, é necessário saber que, o procedimento ocorre com o paciente dentro da chamada câmara hiperbárica. Onde, o submete a uma pressão de 2 a 3 vezes a quantidade de pressão atmosférica ao nível do mar. Esta pressão aumentada tem o efeito de impulsionar a quantia de oxigênio que é transportado pelo sangue do paciente.

Este acréscimo no nível de oxigênio carregado pela circulação sanguínea pode chegar a até 20 vezes do volume normal. Isto é, em indivíduos que estão respirando em locais que estão no nível do mar.

Por estar circulando em uma quantidade muito maior do que a normal por meio do Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica, o oxigênio no sangue proporciona uma série de benefícios de ordem terapêutica no corpo dos pacientes.

Um destes efeitos é o combate direto e a prevenção contra diferentes tipos de infecções causadas por bactérias. Assim como, as infecções ocasionadas pela atividade de fungos também são combatidas com o Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica.

Benefícios

Outros benefícios do procedimento são o fato de ele neutralizar substâncias tóxicas e toxinas que influenciam negativamente no metabolismo do corpo. Além da potencialização do efeito de determinados medicamentos antibióticos.

Por isso, o Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárico é recomendado para os casos clínicos em que os pacientes precisam de cicatrizações em feridas complexas e/ou um combate específico contra infecções bacterianas ou fúngicas.

O equipamento utilizado para o procedimento, a câmara hiperbárica, consiste em um dispositivo fechado e resistente à pressão. Na maior parte dos casos a câmara hiperbárica tem um formato cilíndrico e o material utilizado em sua composição é o aço ou o acrílico. Pois ambos permitem uma forte pressurização do ar.

Ainda que o número indicado de sessões de Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica é de uma vez por dia ao longo de 5 ou 6 vezes por semana, na maior parte dos casos clínicos. Em geral, é necessária a realização de 30 sessões do procedimento.

Para os casos mais complexos, pode acontecer de o paciente precisar realizar de 2 a 3 sessões por dia ao longo dos 7 dias da semana. Assim é possível a aceleração dos resultados e promover a cura desejada.

Por fim, a duração total de todos os estágios de uma sessão de Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica, geralmente, varia. Em câmaras monoplace, em que o paciente é introduzido na câmara já pressurizada, respirando oxigênio 100% puro, a duração é de 90 minutos. Nas câmaras multiplace, com duração aproximada de 2 horas, o oxigênio é fornecido ao paciente por meio de uma máscara própria para o procedimento ou um capacete de plástico, a depender do tipo de dispositivo utilizado.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin