Oxigenoterapia Hiperbárica: Descubra como ela pode auxiliar no tratamento de lesões crônicas

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Você sabia que a oxigenoterapia hiperbárica pode auxiliar no tratamento de lesões crônicas. E contribuir para uma recuperação rápida e sem complicações, melhorando a qualidade de vida do paciente e auxiliando-o a seguir sua vida normal? 

Ainda que algumas pessoas não tenham conhecimento disso, esse tratamento é um dos mais recomendados. Pois, conforme quando se deseja alcançar uma recuperação rápida de lesões consideradas complexas, como as que decorrem de acidentes ou amputações.

Para saber mais sobre esse tratamento, como ele ocorre e de que maneira ele auxilia no tratamento de lesões crônicas, continue a leitura:

O que é a oxigenoterapia hiperbárica?

A Oxigenoterapia Hiperbárica é uma modalidade terapêutica na qual o paciente respira oxigênio 100% puro, à medida que é submetido a uma pressão que se equipara a 2 a 3 vezes a pressão atmosférica ao nível do mar. Esse processo é feito no que os especialistas chamam de Câmara Hiperbárica.

A câmara hiperbárica provoca um aumento significativo em relação à quantidade de oxigênio que é transportado pelo sangue. Na ordem de 20 vezes mais, segundo estudiosos. Nestas condições, o oxigênio produz uma série de efeitos terapêuticos no corpo. Ajudando-o no tratamento de diversos problemas de saúde, assim como infecções bacterianas ou infecções causadas por fungos.

De que maneira a oxigenoterapia hiperbárica ajuda no tratamento de lesões crônicas?

Esse tratamento compensa a deficiência de oxigênio causada por algum problema de saúde, assim como, em decorrência de algum acidente, como os de trânsito, por exemplo. A deficiência de oxigênio, geralmente, decorre do entupimento dos vasos sanguíneos ou da sua destruição, como ocorre quando – em razão de algum acidente – o paciente tem parte de sua perna lesionada ou amputada.

O entupimento dos vasos sanguíneos ou a sua destruição retarda o processo de recuperação de lesões crônicas. A oxigenoterapia hiperbárica, ao fornecer mais oxigênio para o corpo, normaliza esse processo, ajudando a cicatrizar feridas crônicas e agudas.

Além disso, é um tratamento que neutraliza as substâncias tóxicas e toxinas, potencializando a ação dos antibióticos. O que, de modo direto, contribui para combater infecções e ativar as células relacionadas à cicatrização de lesões complexas.

Como ocorre o tratamento com oxigenoterapia hiperbárica?

Uma vez introduzido na câmara hiperbárica, o oxigênio, no paciente, é administrado por meio de máscaras e capacetes de plástico apropriados para esse tipo de operação.

Há também a possibilidade de o paciente respirar oxigênio diretamente das câmaras monopacientes. Nesse caso, ele entra na câmara, que é vedada e pressurizada com o oxigênio, e passa a ser tratado a partir dela.

O que achou deste conteúdo? Esperamos que tenha gostado e que ele tenha esclarecido um pouco mais sobre o procedimento de oxigenoterapia hiperbárica. Ainda desconhecido por muitos.

Para ficar por dentro de outros textos como este, não deixe de acompanhar as publicações em nosso blog! Será um prazer dividir mais conhecimentos com você!

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin